Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

DE QUE, MODO A PESSOA, EXERCE, O PRÓRPIO DIRETO, DE PRATICAR CULTO A DEUS, NA VERDADE, E NA LIBERDADE?

Áudio
Vídeo

Meus amigos e minhas amigas!

Louvado Seja Jesus Cristo,

Que nos Ama!

Louvado seja porque,

Veio ao Nosso Encontro,

Para nos Ensinar,

O que Agrada a Deus.

É uma Graça podermos Viver,

Fazendo a Vontade de Deus.

E o Compêndio do Catecismo,

Da Igreja Católica, Procura,

Nos Mostrar aquilo que Jesus

Veio Explicitar a Respeito,

Dos Dez (10) Mandamentos,

O Decálogo.

Estamos no Primeiro Mandamento.

E a Pergunta de Nº 444 do Compêndio,

Trata do seguinte:

DE QUE,

MODO,

A PESSOA EXERCE

O PRÓPRIO DIREITO,

DE PRATICAR,

CULTO A DEUS NA

VERDADE E NA LIBERDADE?

Fica Subtendido Claramente isso

Cada pessoa tem o Direito,

De Adorar a Deus.

A Gente pensa logo no dever.

É um Direito de Adorar,

É um Direito,

De como Criatura adorar a Deus.

Claro que junto,

Com este Direito vem o Dever Moral,

De Adorar a Deus e Procurar a Verdade.

Procurar,

A Verdade, esta é uma Obrigação,

De todos nós.

Eu não posso,

Me refugiar na minha  ignorância,

Para me desculpar,

Ah! Eu não sabia,

Justamente eu e você, somos Obrigados,

A Procurar a Verdade.

“A verdade vos Libertará” disse Jesus.

Mais em Especial esta Verdade,

Referente a Deus e a Igreja.

E uma vez conhecida a Verdade,

Abraçar a Verdade,

Assumi-la,

Não como um peso,

Que alguém carrega pronto,

A se libertar no primeiro momento possível.

Mas não, como um Caminho de Amor,

Como um Caminho de Felicidade.

Estou adorando a Deus,

Cumpro e me realizo como Criatura,

Cumpro  a minha Obrigação,

Presto-lhe a minha Homenagem.

E com isto sou Feliz.

Por isso, Lembra o Compêndio:

A Dignidade da Pessoa Humana,

Requer que em matéria Religiosa,

Ninguém seja Forçado a Agir contra,

A  Consciência.

Isto é Grave.

Gravíssimo.

Se Alguém,

Obrigar o Outro a Agir,

Conta a sua Vontade,

É uma Violação Gravíssima.

Nem o Estado,

Com a melhor das Intenções e Objetivos,

Não tem o Direito de Obrigar a pessoa,

A agir,

Contra a sua Consciência.

A Consciência,

É um Sacrário onde Deus Habita.

E nós seremos,

Julgados pela nossa Consciência.

Obrigar,

A Alguém a fazer alguma coisa,

Contra a sua Consciência,

Contra os seus Princípios,

Contra os seus Valores.

É Gravíssimo.

É Algo contra,

A Dignidade da Pessoa Humana.

E Deus que é Cioso dos seus Direitos,

Pedirá contas Sérias,

Contra Aqueles que Usarem,

Do seu poder,

E da sua Autoridade,

Para Obrigar Alguém a Agir,

Contra a sua Consciência.

E também o Estado,

Deve ajudar  a Pessoa,

A conhecer a Verdade,

Esta Verdade que Liberta.

Portanto de que modo nós Prestamos,

Culto a Deus na Verdade e na Liberdade?

Buscando Conhecer o que Deus espera de nós.

Buscando Conhecer,

Porque a Verdade é uma Meta,

Na Vida de cada Cristão.

O Próprio Jesus disse: “Eu sou a Verdade”.

Conhecê-lo,

É penetrar na Verdade de Deus,

Aquilo que ele quer a meu Respeito.

Colocar o Empenho,

O Próprio estudo do Compêndio,

E do Catecismo da Igreja Católica,

É para isto,

É para Conhecer Melhor,

A Verdade de Deus que nos liberta.

E não Termos,

O Perigo de Cair ou ir para o Erro.

Para que a sua vida,

Seja uma Busca Constante da Verdade.

Da Verdade que Liberta.

Para isso,  Recebam a Benção de Deus Todo Poderoso:

O Pai, O Filho, O Espírito Santo. Amém.

Fiquem na paz re no amor de Deus!

Mais notícias